quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Do coração

Muitas coisas acontecem e na maioria das vezes nos pegam de surpresa.
Só aí nos dmos conta de como a coisas podem acontecer de uma ora para a outra e tudo ser tão de repente.
Para morrermos basta estarmos vivos.
A saudade vai ficar.
A saudade de não ter convivido tempo o suficiente para poder lembrar de momentos de alegria.
Um dia de risos tornou-se lágrimas.
Lágrimas de vontade, lágrimas de saudade, lágrimas de esperança. Esperança que já morrera há tempo.
Mas a vida continua.
Os momentos passam, mas as lembranças ficam.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Sonho

Porque sempre quando vou dormir, tenho de ouvir esta.


Nem toda palavra é
Aquilo que o dicionário diz
Nem todo pedaço de pedra
Se parece com tijolo ou com pedra de giz
Avião parece passarinho
Que não sabe bater asa
Passarinho voando longe
Parece borboleta que fugiu de casa
Borboleta parece flor que o vento tirou pra dançar
Flor parece a gente
Pois somos semente do que ainda virá
A gente parece formiga
Lá de cima do avião
O céu parece um chão de areia
Parece descanso pra minha oração
A nuvem parece fumaça
Tem gente que acha que ela é algodão
Algodão as vezes é doce
Mais as vezes não é doce não

Sonho parece verdade
Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade
Quando a gente acorda e esquece de levantar
Ah... e o mundo é perfeito!
Hum...e o mundo é perfeito!
E o mundo é perfeito!

Eu não pareço meu pai
Nem pareço com meu irmão
Sei que toda mãe é santa
Mas a incerteza traz inspiração
Tem beijo que parece mordida
Tem mordida que parece carinho
Tem carinho que parece briga
Tem briga que aparece pra trazer sorriso
Tem sorriso que parece choro
Tem choro que é pura alegria
Tem dia que parece noite
E a tristeza parece poesia
Tem motivo pra viver de novo
Tem o novo que quer ter motivo
Tem aquele que parece feio
Mas o coração nos diz que é o mais bonito
Descobrir o verdadeiro sentido das coisas
É querer saber demais
Querer saber demais

Sonho parece verdade
Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade
Quando a gente acorda e esquece de levantar
Mas o sonho
Sonho parece verdade
Quando a gente esquece de acordar
E o dia parece metade
Quando a gente acorda e esquece de levantar
Ah e o mundo é perfeito!
Mas o mundo é perfeito!
O mundo é perfeito!

O TEATRO MÁGICO

domingo, 13 de dezembro de 2009

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Pra não dizer que não falei das flores

"Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer.."

Receio, medo, silêncio, luta.
Mudança,manifestação.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Universo paralelo

Escolhas  complicadas
Decisões a serem tomadas
Tudo tão simples.
Inquietude.


O vento sopra no ouvido
Num emaranhado de idéias,
Colméias.


Universo paralelo
Quase um trava-língua
Como paralelepípedo
Difícil de entender quando se ouve.


Momentos rápidos
Olhares vagos
Pensamentos fluindo
Água quase que escorrendo
E  não anoiteceu.

Atividade paranormal



Um personagem a ser criado e uma frase a ser feita: Aquilo que eu vejo quando estou de olhos abertos.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Um anjo mortal

Era tarde, muito tarde.
Ele estava cansado e resolveu repousar após um dia cheio.
Sonhou com algo que diria ser impossível acontecer.
Sem conseguir dormir direito, sentia-se incomodado, mas não sabia o que o incomodava naquele momento.
Era como se algo a mais fizesse parte de seu ser.
Não sentia mais tanta fome assim.
Acordou com uma sensação estranha, por incrível que pareça, de liberdade.
Olhou-se no espelho e viu o que finalmente o incomodava.
Eram suas asas.
Agora ele era um anjo, mas ainda sim era mortal.
Fez então o que sempre quis fazer: voar sem destino.
Apenas voar.


Me gusta mucho

Velhacarias II

Velhacarias

Nosso Maluco beleza




Enquanto você
Se esforça pra ser
Um sujeito normal
E fazer tudo igual...
Eu do meu lado
Aprendendo a ser louco
Maluco total
Na loucura real...
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez...
Vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza...
E esse caminho
Que eu mesmo escolhi
É tão fácil seguir
Por não ter onde ir...
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez
Eeeeeeeeuu!...
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez
Vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com toda certeza
Maluco, maluco beleza...


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Um poema de Sílvio Valentin Liorbano

De seu livro: Blefe, vamos fingir um país?


Mediocridade

O homem de concreto
Exibe nas mãos sua história
Fala de privações e sonhos
Que poderiam ser se foram.

O homem de aço
Conta sua saga por meio de pontes
Segue construindo caminhos
Numa ida sem fim.

O homem de água
Partilha seus medos
Com os seres do mar
E sua coragem
Com os seres da terra.

O homem do ar
Desafia a gravidade
E por algum tempo
Consegue ser livre.

O homem público
Não tem história
Nem medos
Nem sonhos
Nem liberdade.

O homem público é medíocre!

Le fabuleux destin d'amélie Poulain


terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Oito ou oitenta

Desejo.
Desejo de ver tudo concluído.
Medo.
Medo de não dar certo.
Altos e baixos.
Ansiedade.
Ansiedade!
Concentração.
Conclusão.


Felicidade! Não há outra palavra por hora.
Um sonho, uma esperança
Uma Arte!
Uma escolha a fazer
Um caminho a seguir
Uma paixão
Um amor!
Uma vida!


TEATRO.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Essence

Je suis ce que je veux être et non ce qu'ils veulent que je sois. Mais il semble que certaines personnes ne comprennent pas. Je ne suis plus un moule. je suis dans l'essence.


terça-feira, 17 de novembro de 2009

C'est tout la meme chose!


Das Vantagens de Ser Bobo - Clarice Lispector

O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando."

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?"

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

AZAR

Não sei se é porque hoje é sexta 13, mas as coisas acontecem e mudam a todo o tempo!
Rola um stress!
Toda vez é assim, mas essa foi pior!
Não se deixe abater!
Fuerza para nosotros hasta el final!

sábado, 7 de novembro de 2009

Haikai

Tudo é simples
As pessoas que complicam
Foi sempre assim

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Mudanças

Grande parcela dos jovens brasileiros de hoje,não importa-se com coisa sque possas afetá-los indiretamente, não sentem o desejo de mudança, a fome por liberdade e a coragem de lutar não está entre as principais prioridades do jovem do século XXI.Não querem fazer nada que os dê trabalho.Não lutam por seus ideais.
 O conformismo, a tecnologia, e várias outras novidades que surgiram conforme os anos foram passando,impedem que estudantes despertem em si os mesmos desejos de mudança. Muitos jovens não conseguem imaginar que existiu um tempo em que não havia internet, raves, DVD, CD, TV em cores e muito menos TV a cabo, shopping centers, big brother, MSN, orkut, entre outras coisas.E quando alguém da família, ou alguma pessoa que entra em contato com os jovens e que contam histórias de como era a vida de antigamente, que não tinham toda essa facilidade ao conhecimento que os jovens hoje tem, acham um absurdo, porque ara nós é tão comum uma pessoa que sabe mexer em computador,dentre outras coisas. A geração mudou, hoje com a tecnologia, as crianças de 7 anos já possuem celulares de última geração.A maioria mora em apartamentos, dentro de condomínios.Crescidos jogando video-game, jogando no computador. Alguns não possuem mais aquela vontade de brincar na rua, subir em árvores. Os jovens são movidos a saciar seus desejos e vontades muitas vezes supérfluas e estão mais preocupados com o próprio bem-estar, muitos desperdiçam o direito de voto, que infelizmente só foi conquistado após ditadura, direito esse que tanto foi motivo de luta dos jovens que almejavam garantir sua opinião e participar da história do próprio país. Insatisfação contra a corrupção, violência, injustiça, leis, governos, escolas, mas não passam de apenas reclamações.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Canal

Era cedo. Bem cedo. Ele cochilava. Ela estava ao seu lado, acordada.
Ele dormiu.Ela ainda permanecia acordada.
Começou a sentir-se diferente.Sensações estranhas, como se ela pudesse sentir o que ele estava sonhando.
Sentir, não ver.
Tinha se esquecido de que ela era sensitiva.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Olhar direto

Fazia tempo que ela não o via assim, conversando sobre assuntos que normalmente ele não conversaria com qualquer pessoa, pois para ele a confiança é essencial.
Estava tudo tão cansativo;o dia, os trabalhos já feito. E quase todo começo de conversa leva a um fim agradável.
Era impressionante o modo como ambos tinham coisas em comuns.Acabaram que ficando por ali mesmo conversando sobre a vida.
É estranho ambos não olharem nos olhos um do outro quando ambos se descrevem psicológicamente frente a frente.
Continuaram a conversar e conversar.
Aquele momento amigável seria inesquecível, pelo menos pela parte dele.
Ela gostava de chamá-lo de um modo ao qual ninguém mais (ou pelo menos quase ninguém) o chamava.
Deram se conta que já haviam anoitecido e que precisariam sair dali.
Ambos caminharam juntos até certo ponto, onde traçaram direções diferentes...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Frida Khalo



Frida Kahlo estava prestes a ser descoberta como um artista em seu próprio direito, e não apenas a ser referida como a esposa do famoso muralista mexicano Diego Rivera. 
Naquele verão, ator e colecionador de arte Edward G. Robinson viajou à Cidade do México só para ver suas pinturas e pagaram 200 dólares cada um para quatro deles. Frida ficou emocionada. Ela tinha vendido apenas algumas de suas pinturas.Mais tarde, ela escreveu sobre a venda:

"Para mim foi uma surpresa tão grande que fiquei maravilhada e disse:" Esta maneira eu vou poder ser livre, eu vou poder viajar e fazer o que quero, sem pedir dinheiro para o Diego. "



Frida, uma mulher forte.Foi uma grande artista.
Em seus quadros Frida pintava o que sentia.
O quadro bem marcante de Frida:





Ela o pintou logo após ter recebido a notícia de que seu filho nascera em pedaços.



Dalai Lama

Um breve contexto:



Nasceu em 6 de julho de 1935, numa família de camponeses da pequena vila de Taktser, na provincia de Amdo, situada no nordeste do Tibet.
Seu nome era Lhamo Dhondup até o momento em que, com dois anos de idade, Sua Santidade foi reconhecido como sendo a reencarnação de seu predecessor, o 13º Dalai Lama, Thubten Gyatso. Os Dalai Lamas são tidos como manifestações de Avalokiteshvara ou Chenrezig, o Bodhisattva da Compaixão e patrono do Tibet.
Um Bodhisattva é um ser iluminado que adiou sua entrada no nirvana e escolheu renascer para servir à humanidade.






"Como a violência só pode gerar mais violência e sofrimento, nossa luta deve permanecer não violenta e livre de ódio. Tentamos acabar com o sofrimento de nosso povo, não causar o sofrimento dos outros."


Porque suas frases me inspiram...

Sintonia


As vezes não acreditamos em simples coisas que podem ocasionar uma certeza tão grande.Horóscopos..
Alguns não acreditam, acham  besteira,perda de tempo e dizem não possuírem signos nenhum. Varia de pessoa para pessoa. São casos e casos.
As vezes não batem. As vezes. Poucas vezes..


terça-feira, 20 de outubro de 2009

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Grande P.N!

" A verdade é que não há verdade."

domingo, 18 de outubro de 2009

Um dos que mais gosto


Terceiro Canto de Amor a Stalingrado
Pablo Neruda
Stalingrado
com as asas tórridas
do verão, os brancos
casarões elevando-se:
uma cidade comum.
As pessoas apressadas
vão ao trabalho.
Um cão cruza
o dia empoeirado.
Uma menina corre
com um papel na mão.
Não passa nada,
além do Volga
de águas escuras.
Uma a uma as casas
se levantaram
a partir do peito do homem,
e voltaram os selos do correio,
os ônibus,
as árvores,
voltaram as crianças,
as escolas, voltou o amor.
as mães
dão a luz,
voltaram as certezas
e as ramas,
o vento,
o céu, e então?

Sim. É a mesma,
não cabe dúvida.
Aqui esteve a linha,
a casa,
a esquina,
o metro e o centímetro
onde a nossa vida e a razão
de todas as nossas vidas
foi conquistada
com sangue.
Aqui se cortou o nó
que apertou a garganta
da história.
Foi aqui. Sim parece mentira
que podemos
pisar na rua e ver
a menina e o cachorro,
escrever uma carta,
mandar um telegrama,
porém talvez,
para isso,
para este dia igual
a cada dia,
para este sol simples
na paz dos homens
foi a vitória
aqui, nesta cinza
da terra sagrada.

Pão de hoje, livro de hoje,
pinheiro fresco
plantado esta manhã,
luminosa avenida
recém chegada do papel
onde o engenheiro
a traçou sob o vento da guerra,
criança que passa, cachorro
que atravessa o dia empoeirado,
oh milagres,
milagres de sangue,
milagres do aço e do Partido,
milagres do nosso novo mundo.

Rama de acácias com espinhos e flores
onde, onde
terás maior perfume
que neste lugar onde todo perfume foi derramado
em que tudo caiu
menos o homem
o homem destes dias,
o soldado soviético?

Oh, rama perfumada,
exala
aqui
mais que uma concentrada primavera!

Aqui exalas o homem e a esperança,
aqui, rama de acácia,
não pode queimar-te o fogo
nem sepultar-te o vento da morte.
Aqui ressuscitaste a cada dia
sem haver morrido nunca,
e hoje no teu aroma o infinito humano
de ontem e de amanhã
de depois de amanhã
nos volta a dar sua eternidade florida.
És como a usina de tratores:
hoje florescem de novo
grandes flores metálicas
que entraram na terra
para que a semente
seja multiplicada.
Também a usina foi cinza,
ferro retorcido, espuma
sangrenta da guerra,
porém seu coração não se deteve
foi aprendendo a morrer e a renascer.

Stalingrado ensinou ao mundo
a suprema lição de vida:
nascer, nascer, nascer,
e nascia
morrendo,
disparava
nascendo,
ia de bruços e se levantava
com um raio na mão.
Toda noite sangrava
e já na aurora
podia emprestar sangue
a todas as cidades da terra.
Empalidecia com a neve negra
e toda a morte caindo
e quando olhávamos
para vê-la cair,
quando chorávamos
seu final de fortaleza,
ela nos sorria,
Stalingrado
nos sorria.

E agora
a morte se foi:
apenas algumas paredes;
algum ferro retorcido
bombardeado e torto,
apenas algum rastro
como uma cicatriz de orgulho,
tudo é claridade, lua e espaço,
determinação e brancura
e no alto
uma rama de acácia,
folhas, flores, espinhos defensores,
a extensa primavera
de Stalingrado,
o invencível aroma
de Stalingrado!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Luz negra

Segundo Fábio Leite, pesquisador do Centro de Estudos Africanos da Universidade de São Paulo, para os africanos existe a força vital.A energia que vem de dentro do ser e que há ligação do homem com a natureza.A força vital ( que vem do divino, sopro da vida), não fica somente na forma espiritual. Acreditam que existem dois "mundos", o preexistente (que existe antes da existência) e o existente, como em um ciclo, onde  o indivíduo nasce, cresce, reproduz (ou não), envelhece e morre.
Quando o indivíduo morre, ele irá para o preexistente (mais ou menos como um paraíso para os cristãos), considerado um lugar melhor do que onde vivem; as pessoas que não reencarnaram, mas que contribuíram com a sua sabedoria para a sociedade, no preexistente viram ancestrais, como os demurgos, que através de sua sabedoria, trazem em suas envocações a essência dos antepassados, tanto físicas quanto psicológicas, por meio da espiritualidade.
Mas para que isso aconteça o homem necessita da palavra, que para eles tem uma séria importância, porque por meio desta direciona a educação, porque os africanos, por não terem nenhuma forma de registro, passam através da oralidade seus conhecimentos, costumes e tradições.Existem especificamente pessoas que são escolhidas para ensinar os mais jovens, que são os idosos, porque são mais velhos e mais experientes. Há uma frase que acho fantásstica: " Quando um ancião morre, uma biblioteca é queimada", porque eles guardam tudo na memória.
A palavra além de profetizar ou praguejar é um instrumento utilizado para decisões da família e da comunidade pois são tomadas em conjunto.Os africanos dão uma importância enorme para a palavra, porque acreditam que nela há a força vital, que há a energia e que há podeer, utilizando assim em alguns casos medicinais, ativando o positivismo para a cura do indivíduo.
O homem é a chave para que isso aconteça. Porque sem o homem, não há força vital, nem palavra para exercício da moralidade.
O homem nasce um ser naturale e ao longo de sua vida, torna-se um ser social de acordo com seus costumes e tradições, como a circuncisão. Esta é a transição de um ser natural para um ser social, onde somente assim, poderá expressar sua opinião. Do contrário é excluído socialmente.
Muitas vezes as pessoas têen preconceito com religiões, inclusive com a africana, por conta de suas tradições e rituais que fazem, buscando de seus ancestrais soluções para seus problemas. Esse preconceito é um pouco de ignorância em relação ao conhecimento da cultura africana, pois preferem ouvir  a verdade que  lhes é dita, a questionar, apenas ouvir.Mas aí é que está!Você não precisa ser da religião para saber os conceitos que a compõe.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Tato

Sinto tua essência em meu ser
Tecendo um sentimento inesperado
Como um alucinógeno que me entorpece aos poucos
Transparecendo num sorriso
Refletindo no olhar
A vontade, a felicidade
E a saudade do querer

sábado, 3 de outubro de 2009

O dom da escrita


Adoro escrever aqui.Sempre que posso estou aqui.
É a liberdade da escrita.
O dom da escrita, que eu não tenho.
Não precisa estar nos padrões da sociedade, ou no culto da língua portuguesa.
Não precisa ter coesão nem coerência.
As linhas não são limitadas.
Não precisa ter palavras
Não precisa ter sentido.
Posso postar o que eu quiser.
Sempre pensei em escrever um livro.
Sempre pensei em escrever histórias que já ouvira durante a minha vida, ou momentos dela. Mas além de tudo pronto, histórias, momentos, idéias, o que necessito é a coragem. Coragem para não deixar guardado na gaveta durante muito tempo o que sempre escrevi.
Mas escrever para quem? Falando sobre o que. Ninguém iria lê-lo mesmo.
Idéias vieram, poemas fluíram..
Já perguntaram-me se eu gostaria de escrever um livro. Disse que sim.
Disseram-me que meus poemas eram bons e que eu poderia juntá-los num emaranhado de palavras misturadas com sentidos que talvez pudessem ser vagos para os olhos dos leitores;mas para os meus, não eram.
Lembro-me de uma frase de um livro que li e que por sinal, gostei muito: " Tudo era fantasia em um mundo de vastas emoções e pensamentos imperfeitos.".A partir desta frase me veio a inspiração, a vontade de escrever.Escrever para mim ou para quem quisesse ler.
A princípio os poemas eram auto-biográfico,quer queira ou não.Somente com o passar do tempo é que haverá um certo desapego.Ou não.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Um som..


Uma das minhas preferidas...

domingo, 27 de setembro de 2009

Contágio

Ela estava em um lugar, onde o som era muito alto.
A sensação era de liberdade. Dançava ao som do Reggaeton.
Seus cabelos estavam soltos e balançavam com o vento. Sua pele estava suada, mas ainda sim continuava dançando. Não parava. Não parava.
Aquele som era contagiante, todos que a olhavam não conseguiam ficar parados;
Todos seguiam seus passos, seu gingado...Até que acabou..

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Indagações

"A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas."
Mário Quintana

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Telegrama

Quando você ouve aquela música que te anima e que te faz bem.Perguntam porque tanta felicidade. E a resposta não há, pois só há a felicidade por hora.

Telegrama - Zeca baleiro


Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela
eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
que um canastrão na hora que cai o pano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito (muito) te ama que tanto te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria
oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

Eu tava triste tristinho
mais sem graça que a top model magrela
na passarela
eu tava só sozinho
mais solitário que um paulistano
e um vilão de filme mexicano
tava mais bobo que banda de rock
que um palhaço do circo vostok

mas ontem eu recebi um telegrama
era você de aracaju ou do alabama
dizendo nego sinta-se feliz
porque no mundo tem alguém que diz
que muito te ama que tanto te ama
que muito te ama que tanto (tanto) te ama

por isso hoje eu acordei
com uma vontade danada
de mandar flores ao delegado
de bater na porta do vizinho
e desejar bom dia
de beijar o português da padaria
oh mama oh mama oh mama
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu
quero ser seu papa

(mê dê a mão vamos sair pra ver o sol...)



domingo, 20 de setembro de 2009

Sem mais

Meu coração disparou. Senti aquele frio na barriga.Uma sensação da qual eu jamais sentira antes.
Era diferente e ao mesmo tempo tão concreto.
Tudo girava.
Tudo girava.
Como um carrossel invisível.
Parecia que meu coração ia sair pela boca.Comecei a suar, passando mal.
Acordei.

sábado, 19 de setembro de 2009

Ser ator




Adorei muito esse poema.
________________________________________________________________________________________


Ser ator é conviver com o mundo
estando fora dele
observar o tempo passar
fingindo o triste esquecimento

ser ator é abraçar o mundo
quando não se tem fé no alheio sentimento
(ainda por ternura, ainda por amor)

ser ator é decorar o texto sem sentido
roto e repetido
o texto que não fala ao coração
o texto que não consola
o texto de um autor
há muito fora de moda

ser ator é subir ao procênio sem platéia
sem riso e sem aplauso
encenando a loucura do próprio gênio
(por si, para si)

ser ator é desejar todas as almas do mundo
com suas máscaras
e dramas e comédias
e posição em cena
por desejo de tornar-se
sem jamais realmente poder vir a ser

ser ator é conviver com fantasmas
que lhe contam coisas ao longo dos atos da vida
sempre anotando tudo
sempre aclarando a memória
que acaba por se tornar outra coisa

ser ator é,
ouvir,
para não esquecer
para representar
no imaginário e fantasia
aquilo que não poderia ser a realidade
(mas é)

ser ator é ver a cortina se encerrar
para no palco se sentar
e indefinidamente aguardar
o verdadeiro espetáculo
da vida

que a de começar
que a de começar
que a de começar!

(Bêbado e louco, como poucos!)
Nada mais a dizer. Isso basta.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Corrente

Parecia que tudo estava desmoronando. Os pilares estavam ruindo aos poucos.
Desgaste.
Existem coisas que são inexplicaveis.
Somente quando se sente;quando se lembra de  tudo o que aconteceu. Tudo o que nos fez desistir. Tudo o que nos fortaleceu até agora, é quando nos damos conta de que é aí que a união, a vontade, o querer estão interligados.
Existem coisas que podemos achar ruins, mas que não aconteceram por acaso.
Talvez aconteceram para provar que somos capazes realmente.
Até onde nossas forças aguentarem. Somos uma corrente.
Força, dedicação.
Tenho muito orgulho de fazer parte dessa corrente.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Control of the mind

Tudo muda. A todo momento muda.A cada segundo muda.
Sempre foi e sempre será assim.
Liberdade de escolha? É o que não temos.Paciência é o que precisamos.
Onde está o nosso direito de escolher?
Escolher o que é melhor para nós.
Diz aquele velho ditado: " A união faz a força". Cadê a união?
Cadê a opinião? Cadê os argumentos? Onde está o questionamento?
Não há questionamento.
O que há é a manipulação.
Onde está a identidade? A Personalidade?
Opiniões vendidas por poucos reais.
Votos vendidos.E nada.
Nada é feito.
Não existem respostas para estas perguntas.Sempre nos engambelaram, e estamos acomodados e incomodados.
Cria-se leis, e nem perguntam se estamos ou não de acordo.Escolhem o que lhes beneficiam.
Onde está a sociedade?
Não ouvimos mais a voz da sociedade.
Pessoas com a mente pequena, que só pensam em seu próprio umbigo, vivem dentro de uma bolha alienada.
Tudo é planejado. Não há mais a sinceridade, a espontaniedade.
Não há mais caráter. O caráter é moldado através da sociedade.
Vivemos em uma ditadura silenciosa.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Tyler Durden


Gosto de ler esse texto:

"Você abre a porta e entra
Está dentro do seu coração
Imagine que sua dor é uma bola de neve que vai curar você
Esta é sua vida
É a última gota pra você
Melhor do que isso não pode ficar
Esta é sua vida
Que acaba um minuto por vez
Isto não é um seminário
Nem um retiro de fim de semana
De onde você está não pode imaginar como será o fundo
Somente após uma desgraça conseguirá despertar
Somente depois de perder tudo, poderá fazer o que quiser
Nada é estático
Tudo é movimento
E tudo esta desmoronando
Esta é sua vida
Melhor do que isso não pode ficar
Esta é sua vida
E ela acaba um minuto por vez
Você não é um ser bonito e admirável
Você é igual à decadência refletida em tudo
Todos fazendo parte da mesma podridão
Somos o único lixo que canta e dança no mundo
Você não é sua conta bancária
Nem as roupas que usa
Você não é o conteúdo de sua carteira
Você não é seu câncer de intestino
Você não é o carro que dirige
Você não é suas malditas calças
Você precisa desistir
Você precisa saber que vai morrer um dia
Antes disso você é um inútil
Será que serei completo?
Será que nunca ficarei contente?
Será que não vou me libertar de suas regras rígidas?
Será que não vou me libertar de sua arte inteligente?
Será que não vou me libertar dos pecados e do perfeccionismo?
Digo: você precisa desistir
Digo: evolua mesmo se você desmoronar por dentro
Esta é sua vida
Melhor do isso não pode ficar
Esta é sua vida
e ela acaba um minuto por vez
Você precisa desistir
Estou avisando que terá sua chance".

O Nada

Tantas vontades
Tantas loucuras
Tantas fissuras
E nada.

Querer liberdade
Ficar na vontade
E nada.

Pensar no passado
Viver o presente
Olhar o futuro
E nada.

Très bien. Rien de tel qu'un jour après autre.

sábado, 12 de setembro de 2009

Sucção

Estava em um lugar completamente esquisito.Era de dar medo. Aquela sensação estranha. 
Minhas mãos roxas e com pontos pretos.A sensação continuava.
Era uma sensação de sucção de energia. Sensação parecida de quando você desmaia.Sua vista escurece, seus ouvidos tampam e você apaga.
Parecia que estava me desligando completamente do mundo naquele mesmo segundo. O que eu vira antes de minha vista escurecer, era o sorriso dela. Apenas isso. O sorriso dela.
Tudo acontecia em câmera lenta, parecia que o tempo tinha parado naquele exato momento.
Ressurreição.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O ano da Profecia

Conforme o ano de 2012 se aproxima, cientistas, religiosos e místicos do mundo inteiro correm atrás de pistas deixadas por civilizações e profetas do passado explicando como será o fim dos tempos. Em diversas culturas ancestrais o ano de 2012 é marcado nos calendários como o 'Armagedom', o 'apocalipse', o 'fim do mundo', 'o juízo final', 'o fim de um ciclo' e, nos mais otimistas, 'o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada'. Maias, Egípcios, Celtas, Hopis, Nostradamus e diversos profetas, Chineses e Budistas, WebBots, Cientistas e Religiosos das mais diferentes crenças dizem que o mundo como o conhecemos pode estar com os dias contados.


Segundo a cosmologia Maia, o Planeta Terra possui 5 grandes ciclos ou eras, cada um com cerca de 5.125 anos. Para eles, 4 já passaram. "Os 4 ciclos anteriores terminaram em destruição. A profecia maia do juízo final refere-se ao último dia do 5º ciclo, ou seja, 21 de dezembro de 2012.O que irá desencadeá-la? A resposta pode estar em um raro fenômeno cósmico que os maias previram a mais de 2.000 anos. 


A profecia maia para 2012 baseia-se em um alinhamento astronômico. Em dezembro de 2012, o sol do solstício vai se alinhar com o centro de nossa galáxia. É um raro alinhamento cósmico. Acontece uma vez a cada 26.000 anos.
 O sol se alinha com o centro da Via Láctea. Ao mesmo tempo ocorre outro raro fenômeno astrológico, uma mudança do eixo da terra em relação a esfera celeste. O fenômeno se chama Precessão. A data exata disto tudo é 21 de dezembro de 2012. "A Terra oscila lentamente sobre seu eixo mudando nossa orientação angular em relação a galáxia."

E o que acontecerá?
Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual.
Para alguns  será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra.
Isso está acontecendo lentamente, será que está difícil de perceber que temos pouco tempo?


quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Não nega

"Não em leve a mal, apenas me leve daqui..."

Felipe Smu- Não nega

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Sonho colorido

Por um segundo parei de olhar.
Por um segundo parei de respirar.
Por um segundo achei que iria acabar
Por um segundo parei de escutar.
Por um segundo fechei os olhos.
Por um segundo esqueci do mundo.
Por um segundo senti sua essência em minha pele.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Independência

Uma certa vez, fiz uma peça onde eu era a narradora, e dizia: " No dia 7 de Setembro de 1822, quando D. Pedro foi proclamar a Independência, ele disse: " Independência ou.....ou....Morte!"
A pergunta é : será que somos totalmente independentes e livres?
Acho que não.
Você depende do trabalho
Depende do emprego.
Você depende de alguém para amar.
Quando neném, depende de pai e mãe.
Quando crescido, depende do dinheiro.
Homem depende da mulher.
A vida inteira você vai depender de algo.

Somos mulheres

Texto de : http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=37879888


"Somos mulheres, não apenas corpos.Temos cérebros não apenas seios. Somos mulheres não utensílios. Fazemos cultura não apenas filhos. Enquanto umas se vendem por pouco, outras só pensam no seu corpo. Outras se preocupam com a beleza e se acham esculturas da natureza. Não se esqueça que existe gente, mulher que é inteligente pois sabe do seu potencial. Por isso que é especial. Somos mulheres, não bonecas infláveis. Temos idéias não somos manipuláveis. Somos mulheres não vagabundas, temos talento, não apenas bundas. Enquanto umas se jogam fora sendo usadas e se achando da hora, pensando que são as maiorais, sendo as vezes galinhas demais, outras se preocupam com a inteligência e lutam firmes pela consciência dessa nação machista e alienada que acha que cultura é mulher pelada. Somos mulheres não somos trouxas. Temos informações não apenas coxas. Somos mulheres, não diversão. Temos capacidade não apenas sedução..."


Depende do ponto de vista de cada mulher. 
Para as mulheres que se valorizam, aí está!
Isso basta.

domingo, 6 de setembro de 2009

Detalhes

E quando vem, vem de um jeito inesperado.
Você esquece que tem aquela capacidade, mas é inconscientemente o modo como as coisas são expostas.
O querer  não é só o querer nestas horas.
Tudo muda. Tudo é diferente.
Você passa a enxergar o que já tinha visto, mas não com muitos detalhes.
Detalhes que de algum modo fazem sentido.
Detalhes que as vezes não tem nexo. E nem precisa ter.
É só observar, e observar com atenção.
Se estiver procurando algo, vai descobrir.

Morcheeba

Nós sempre temos uma chance
Ao menos, eu penso que sim
Nós podemos sempre usar nossa voz
Eu pensei que isso era verdade
Nós odemos viver no medo
Nos permitir amar
Nós podemos cair mais
Ou nós levar mais alto
Você pode deixar de amar por causa do medo
O amor pode fazer você parar de ter medo
Você pode deixar de amar por causa do medo
Mas nem sempre é assim tão claro
Eu sempre tentei tanto
Me dividir com quem está a minha volta
Mas agora eu estou me isolando de novo
Cavando mais fundo no chão
Você pode deixar de amar por causa do medo
O amor pode fazer você parar de ter medo
Você pode deixar de amar por causa do medo
Mas nem sempre é assim tão claro
Eu adoraria contar meus segredos
Mas confiar é tão difícil
Eu não consigo achar o meu caminho
No meio dessas nuvens de poeira
Você pode deixar de amar por causa do medo
O amor pode fazer você parar de ter medo
Você pode deixar de amar por causa do medo
O amor pode fazer você parar de ter medo
Você pode deixar de amar por causa do medo
O amor pode fazer você parar de ter medo
Você pode deixar de amar por causa do medo
Mas nem sempre é assim tão claro 


A pedido de J.