sábado, 14 de janeiro de 2012

A Vontade da Queda

A anestesia da perfeição
Faz do rosto o verniz intacto do belo
Meu lago mais oculto resplandece ali
Florescendo auroras de amor que já vivi
Levo no bolso um horizonte de alçafrão
E tua lembrança se esvai
Colorindo a imensidão
No barco da saudade contra o paii
Assim sorri o martelo.


(Laís Thalles/ Paulo Sposati Ortiz)

Nenhum comentário :

Postar um comentário